sábado, 6 de abril de 2013

Hello world!


Hoje digo para mim mesmo que dei um passo bem interessante.
Estou dando um "oi" para uma ferramenta que irá tolerar todas as minhas viagens psicológicas. Mas, não pense que são viagens sem rumo.

O rumo que este blog irá tomar será o da análise de campanhas publicitárias que ganham destaque no cenário mundial, tendo opiniões imparciais se a campanha está certa ou errada, ou seja, foco total em como as estratégias foram desenvolvidas, deixando a interpretação final a você que lê.
As análises se basearão em métodos de pesquisas de autores e profissionais do ramo.
A pesquisa se dará de trás para frente. O processo inverso de criação, ou seja, do produto (campanha) criado à ideia ou necessidade que o originou.

Pois bem, antes de mais nada preciso explicar dois códigos, ou símbolos, como Randazzo diz em sua obra A Criação de Mitos na Publicidade, que estão presentes nesse meu espaço.

O primeiro símbolo é o título desse meu blog: Making of Publicitário.
É no making of que muitas vezes tiramos informações inusitadas de algo que vimos. Descobrimos o como foi feito. Atualmente, o making of se tornou uma atração. Muitas vezes é mais interessante assistir a um making of do que propriamente o conteúdo do qual ele foi extraído. Engraçado.
É com base nisso que criei o Making of Publicitário. Um espaço para extrairmos informações inusitadas sobre as mais variadas campanhas que chegam prontas e embaladas todos os dias para nós.
Você publicitário, profissional de marketing, interessado, curioso, está convidado a mergulhar nesse paraíso de criativade e muita inteligência estratégica. Vamos juntos!

O segundo símbolo é o globo terrestre de ponta cabeça ao lado direito.
Eu o transformei em um símbolo para minha vida baseado em uma pergunta que faço a mim mesmo constantemente. Essa pergunta me motiva e me faz querer criar e mergulhar cada vez mais em todos os ambientes que sou apresentado, situações, momentos, etc. Agradeço ao meu Pai do céu por me dar sabedoria e liberdade para poder fazer essa pergunta todos os dias nas mais variadas coisas que tenho contato.

Quem disse que está correta a maneira como lhe ensinaram a ver o mundo ?

Todos podem enxergar o globo dessa maneira.
No espaço mental, assim como no espaço sideral, não existe gravidade, não existe em cima, não existe embaixo, existe na verdade milhares de imagens arquetípicas, aparentemente sem sentido, ou talvez que você pense que não têm sentido, ou talvez que você ache que nunca são acessadas, mas que estão prontas para serem descobertas e apresentadas ao mundo.

É com base nessa questão que irei pesquisar as mais diversas campanhas que temos acesso para trazer até aqui a combinação teórica e prática.
Papai do céu, mais uma vez, muito obrigado por me encher de vida!

Detalhe, esse globo realmente fica sobre minha mesa de trabalho. Digamos que nesse background eu dei uma leve aumentadinha.

Hellooooo world!
A primeira postagem já está vindo por aí.

4 comentários:

  1. Emerson, seria interessante criar um menu de conteúdo, com uma área de bibliografia, assim os mais interessados podem consultar as fontes que são citadas nos artigos. Quem realmente deseja se aprofundar na essência dos conceitos, poderia consultar os autores e ter uma visão mais aprofundada dos assuntos tratados. Parabéns pela iniciativa, isso com certeza vai contribuir para seu enriquecimento pessoal e profissional.

    ResponderExcluir
  2. Sensacional Emerson, isso aí, primeiro passo... Rumo ao sucesso!

    ResponderExcluir